Banco do Brasil anuncia demissão de 5 mil e fechamento de 361 unidades

O Banco do Brasil anunciou que pretende demitir até 5 de fevereiro deste ano, cinco mil trabalhadores e trabalhadoras, por meio de um Plano de Demissão Voluntária (PDV). Além das demissões, serão fechadas 112 agências, 242 postos de atendimento (PA) e sete escritórios, num total de 361 unidades (as localidades ainda não foram divulgadas). Segundo o banco, as demissões e fechamentos devem gerar uma economia de R$ 353 milhões em 2021 e R$ 2,7 bilhões até 2025.

Pressão para aderir ao PDV

De acordo com o Sindicato dos Bancários de São Paulo a direção da instituição quer demitir os trabalhadores e trabalhadoras com mais tempo de casa, o que vai fazer o Banco do Brasil perder expertise, a experiência dos mais experientes. E uma das formas de pressão para que elas adiram ao PDV é rebaixar cargos e salários. O banco definiu que vai demitir quem tem mais tempo de casa e possa receber, no máximo, R$ 450 mil de indenização com as regras do PDV que costumam ser mais vantajosas do que as demissões normais.

“Um gerente que ganhe quatro, cinco vezes a mais do que um escriturário vai aceitar a demissão voluntária por que sabe que adiante pode perder o cargo, voltando a receber um salário bem menor, o que impactará na vida financeira dele e da família”, afirma o dirigente sindical.

Data: 12/01/2021

Fonte: https://www.cut.org.br/noticias/banco-do-brasil-anuncia-demissao-de-5-mil-e-fechamento-de-361-unidades-a14d

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *