Motoboy tem vínculo de emprego reconhecido com prestador de aplicativos de delivery

Recentemente, houve um caso judicial entre um motoboy e o aplicativo de delivery para qual prestava serviço. O caso pertence à 8.ª Vara do Trabalho de Goiânia. Em resumo, o motoboy exigiu que o aplicativo recebesse parte da culpa pelo não pagamento do seu salário, reconhecendo que a empresa se utilizava dos serviços terceirizados de […]

Leia mais…

Aplicativo de mobilidade urbana deve indenizar motorista por descredenciamento indevido

Em 2021, houve uma onda de contas de motoristas desativadas sem aviso prévio pela conhecida plataforma de transporte privado urbano após reclamações dos usuários por cancelamentos recorrentes de viagens. Durante esse período, um condutor foi bloqueado por suposta violação na política da plataforma e recorreu à justiça para voltar a prestar os serviços. Em depoimento, […]

Leia mais…